O Círculo Saudável promoveu o II Simpósio de Saúde Integrativa do Vale do Paraíba no dia 20 de outubro de 2018 em parceria com a Univap, Instituto de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, Faro Hotéis, Canteiros e Temperos Creperia e Práxis Artes Corporais Terapêuticas Chinesas.

 

A coordenadora do Círculo Saudável, Giselle Mello, na abertura do evento.

O evento contou com a participação de mais de cem pessoas e teve o patrocínio de empresas como IOV Instituto de Oncologia do Vale, Plani Medicina Diagnóstica, Bios Equipamentos Médicos, Clínica Angioskope, Vale Infusões e Florais de Saint Germain.

Palestrantes de renomadas instituições do país apresentaram pesquisas, projetos e experiências na área da Saúde Integrativa inspirando os participantes do evento.

 

Lian Gong, prática oferecida aos participantes no início do simpósio. Instrutora Edna Fernandes.

Um dia dedicado ao conhecimento e práticas saudáveis como o Lian Gong, arte corporal da Medicina Tradicional Chinesa, coordenado pela terapeuta Edna Inês Fernandes e a Dança Circular que foi conduzida pela instrutora Elieté Ramos e reuniu os participantes do evento para vivenciar o autocuidado através dessas terapias.

 

Fábio Romano, do Programa Survivorship do Hospital Israelita Albert Einstein.

A palestra inicial foi realizada pelo terapeuta Fábio Romano, coordenador do Programa Survivorship do Hospital Israelita Albert Einstein, que explicou o que é a Medicina Integrativa e apresentou o novo serviço que conta com uma equipe multidisciplinar e acompanha o paciente após o tratamento oncológico ajudando-o a encontrar novos caminhos após a cura.

 

Eliseth Leão, pesquisadora do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein

A pesquisadora do Instituto Israelita Albert Einstein Eliseth Leão apresentou alguns estudos interessantes, entre eles a pesquisa realizada pela instituição que revelou quais imagens de natureza trazem sensações de bem-estar e como a natureza impacta positivamente na nossa saúde.

 

Léia Cruz, do CPIC de Pindamonhangaba.Léia Cruz, representante do CPIC Centro de Práticas Integrativas e Complementares de Pindamonhangaba contou a trajetória do grupo, os desafios e conquistas na implantação dessas práticas no município, que tem a Fitoterapia como principal referência. Inspiração para outras cidades da região.

 

Maria Lúcia Lee apresenta a Teoria dos Meridianos da Medicina Tradicional Chinesa.

A professora Maria Lúcia Lee falou sobre os princípios da Medicina Tradicional Chinesa que atua como rede e conecta todo os sistemas do corpo e a conexão com o externo também. A palestrante também ofereceu uma prática para a manutenção da saúde e higiene energética através da Teoria dos Meridianos.

 

A última palestra do simpósio foi do professor Nelson Filice de Barros da Unicamp que falou sobre a trajetória das práticas integrativas no mundo e a participação especial e importante das mulheres como terapeutas atuantes com essas técnicas que resgatam o cuidado mais humanizado e integral. Além de mencionar como eles atuam com essas técnicas dentro da Unicamp, uma das melhores universidades do país.

 

Durante o evento os participantes puderam saborear alimentos saudáveis escolhidos especialmente para esse dia e prestigiar os produtos dos expositores presentes, que tornaram esse momento ainda mais especial.

Tudo planejado e executado com todo carinho pela equipe do Círculo Saudável!

 

No nosso canal no YouTube você encontra a playlist com os vídeos editados das palestras. Confira!

 

Mais imagens desse dia especial!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

X