Emagrecimento e Compulsão – uma história de superação

Emagrecimento e Compulsão – uma história de superação

Minha história de emagrecimento e mudança aconteceu a quase dois anos atrás. Eu cheguei a pesar 99 kg e estava em uma situação em que já não sabia mais o que fazer. Tinha uma compulsão alimentar muito forte. Onde descontava na comida todos as minhas emoções, raiva, ansiedade, tristeza e alegria.

Entrei num círculo vicioso. Onde por mais que fizesse exercícios físicos e controlasse a minha alimentação eu não emagrecia. Pelo menos não na velocidade que gostaria, isso começou a afetar minha autoestima e a depressão quase começou a aparecer.

Decidi que para mim a única alternativa seria uma cirurgia bariátrica, pois acreditava que já tinha feito de tudo e nada adiantou. Fiz os exames, conversei com médicos e fui autorizada a fazer a cirurgia.

Para muitos a cirurgia é o único caminho, para mim, foi um gatilho muito importante para a uma mudança completa de hábito.

Considerei uma decisão extremamente radical e que a partir dali todos os meus hábitos deveriam mudar junto. E mudaram. Como sou coaching, utilizei as ferramentas que uso nos meus clientes para mim mesma. Possibilitando assim uma análise e uma mudança completa nos meus hábitos.

No começo emagreci bastante por conta da cirurgia, mas ao longo dos meses isso vai parando e você tem que andar pelas próprias pernas.

Minha médica me alertou para o risco de compulsões. Pois como tinha a compulsão alimentar, seria muito comum e possível que eu transferisse essa compulsão para outra coisa.

Refiz todo o meu conceito alimentar e o prazer de comer para qualquer situação mudou para o prazer de cozinhar em qualquer situação. Peguei um carinho pela cozinha e por testar novos alimentos. Mas a compulsão foi transferida mesmo para a atividade física.

Quando fui liberada para voltar a me exercitar. Entrei em uma onda de atividades que chegava a ficar até 4 horas na academia todos os dias. Cheguei a fazer corrida, musculação, dança, bicicleta, luta ao mesmo tempo, e tudo que é feito em excesso também faz mal.

Quando percebi isso comecei a fazer a dosagem das coisas, escolhendo apenas alguns exercícios por dia me senti até melhor e menos cansada.

Hoje, já emagreci 34 kg. Boa parte desse peso eliminado foi devido a alimentação balanceada e a atividade física correta, de acordo com a minha necessidade. Meu corpo respondeu de uma forma muito mais eficaz e ainda continua nesse processo de mudança.

Antes e depois de Aline Oliveira, coach.

O recado com esse artigo é que muitas vezes ficamos obcecados demais com o nosso corpo e erramos na dose e na quantidade que fazemos as coisas o que nunca é bom.

Tanto a alimentação quanto os exercícios devem ser moderados e realizados de acordo com o objetivo e corpo de cada um.

Lembrando que é muito importante ter sempre um profissional que acompanhe isso, pois, dessa forma a conquista do corpo perfeito acontece.

Texto escrito por
Aline Oliveira,
Coach de saúde e bem estar.
www.coachalineoliveira.com.br

O contato e currículo completo da profissional você encontra aqui http://circulosaudavel.com.br/convencionais/

 

1 Comentário

  1. Paulo disse:

    Achei muito interessante esta matéria. Sempre é muito bom aprender algo novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *