A Saúde da mulher contemporânea

A mulher contemporânea tem muitos desafios e um deles é a sua própria saúde!

 

Ao longo da história da mulher, o lugar que ela ocupa na sociedade evoluiu muito, e ela vem desempenhando vários papéis que antigamente eram atribuídos apenas aos homens.

Atualmente a mulher pode pertencer ao mercado de trabalho, atuar nas decisões da casa, contribuir com a renda e aquelas que desejam, vivenciarem concomitantemente a maternidade.

Se por um lado evoluímos, por outro, temos dores, angústias, depressões e ansiedade. Refletindo sobre a saúde física e psíquica, dessa nova expectativa de papéis que a mulher deve assumir e como lidar com isso para que ela não adoeça.

 

Sociedade Patriarcal

Na nossa sociedade o mundo patriarcal é cada vez mais estimulado, o mundo das realizações, da lógica, da pesquisa, e em contrapartida rejeitamos os valores tipicamente femininos, como; a intuição, sensibilidade, criatividade, privilegiando as dominantes masculinas em detrimento e repressão das dominantes femininas.

A mulher que desempenha vários papéis, muitas vezes, precisou se masculinizar para ganhar espaço, principalmente no mercado de trabalho. E após essa conquista ela tem agora, dupla jornada, pois tem seu lugar profissional, mas tem também sua preocupação com o lar e com os filhos.

Com tudo, a mulher não tem mais tempo para ela mesma, não tem tempo para se cuidar, ela está sempre ocupada executando tarefas e muito desconectada das suas próprias necessidades.

 

Acolher o Feminino em Si

É fácil perceber quando uma mulher se perdeu de si, geralmente são mulheres muito ansiosas, controladoras, irritadas, que tentam dar conta de tudo e estão sempre tensas.

No fundo, ela está sofrendo, por tentar se ajustar a todas essas demandas.

Não quero dizer, que deveríamos retroceder e que a mulher precisa se anular do mundo profissional (como era antes), mas ela precisa saber acolher o seu feminino e compreender o seu próprio ritmo, seu ciclo, suas emoções e sua vida interna.

Dessa forma a mulher poderá ocupar o seu lugar de uma forma forte e sensível, sem perder suas características femininas e ultrapassar os seus limites.

 

Autoconhecimento e Autocuidado

Através do autoconhecimento a mulher poderá atingir essa flexibilidade de atuação o que lhe dará mais condições de poder decidir sobre assuntos que afetam sua vida, o seu corpo, sua casa, seu trabalho, sua cidade e o seu mundo. Através de algumas técnicas de autocuidado e relaxamento, como a meditação, yoga, atividades físicas, criar momentos de lazer e descanso, fazer pausas durante a semana, ter tempo para cuidar da alimentação, degustar um café ou um suco e dividir as tarefas com alguém, são algumas dicas que podem propiciar esse auto-cuidado.

A terapia também pode auxiliar a mulher no autoconhecimento para que ela consiga desempenhar esses papéis com mais fluidez no seu dia-dia.

 

 

 

Texto escrito pela psicóloga Mariana Gruppi.

O currículo e contato da profissional você encontra aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.